O DEM EM BELO JARDIM ESTÁ ENTREGUE A JOÃO MENDONÇA

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Pessoal, não é novidade para ninguém que o DEM, em nível nacional, está em uma rota de declínio que parece não ter fim.

Primeiro veio a vitória de Lula, que fez com que o partido perdesse o posto de maior do Brasil. Mas isso em pouco afeta, pois era natural.

A reeleição de Lula fez com que o partido diminuísse mais ainda, claro, mas seguíamos tendo uma grande representatividade nacional. 

A criação do PSD sim, foi o ato que marcou o início do calvário que ora enfrentamos. Capitaneado pelo ex-prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (que foi candidato pela vontade do partido e de Serra, mesmo contra um membro do partido dele, Geraldo Alckmin, hoje governador), o PSD sangrou o DEM fazendo com que perdêssemos quase 30 deputados. Em Pernambuco, preside o partido alguém em que votei e muito admirei: André de Paula, que talvez seja candidato a federal com apoio de João Mendonça, que também migrou para o partido após romper com Mendonça Filho.

Veio o episódio Demóstenes Torres e o DEM só fazia crescer pra baixo, que nem rabo de cavalo. Apesar de tudo, em Belo Jardim, era um partido forte. A vexatória votação de Andréa Mendonça para prefeita, que ficou em terceiro lugar apenas, abriu as porteiras para que quase todos os membros do DEM de Belo Jardim aderissem ao Império de João I. 

O IMPORTANTE DA POSTAGEM

Dessa forma, o DEM em Belo Jardim, tem AINDA como presidente o senhor Marcos Coca-Cola, que anunciou renúncia ao cargo, mas não oficializou. É alguém totalmente ausente da política municipal. Sua sogra serve ao governo. Seu sobrinho torto, eleito por vontade sua, fique claro, idem.

O vice-presidente é JOSÉ WILSON MERGULHÃO MACIEL FILHO, vulgo Wilsinho. Num vou nem dizer nada porque seria pleonástico falar mal desse cidadão. Só me pergunto por que bobônica ainda essa tinha ainda não pediu desfiliação.

O tesoureiro é o conhecido Coinha, mas não milita politicamente nem tem dinheiro com que se ocupe, já que o partido anda liso liso liso. 

São membros ainda do diretório municipal: 

Brunna Bezerra (recém nomeada para o Detram por indicação de João Mendonça);

Bruno Rebelo (aliado número 0 de Wilsinho, que também já tem uma tetinha na AEB);

Cecílio Boy (o primeiro a procurar João Mendonça e anunciar apoio a seu governo; 

Euno Filho (que tornou-se, NOVAMENTE, líder do governo João na Câmara), Da Paz (vereadora e mãe de 3 auxiliares do governo João Mendonça).

Há ainda membros como Jonas Torres, João de Amado, Pascoal Carrazone e outros que não estão nem aí para a hora do Brasil.

Da executiva do DEM-Belo Jardim, apenas Luciene Gomes e Josa Leite podem ser contabilizados como militantes do partido.

Essa situação é permitida pelo presidente estadual Mendonça Filho. Eu não entendo bem o porquê, mas ele prefere não recompor o diretório municipal, prefere não contestar judicialmente o mandato de Da Paz, Patrícia e Euninho. Se quisesse, há Marco Buchudo, Luciene de Zuquinha, Evandro Macarrão e tantos outros suplentes e lideranças dispostas a assumir o partido.

De modo que, na minha mais singela opinião, o DEM deveria ser OFICIALMENTE incorporado pela gestão de João Mendonça, uma vez que a maior parte de seus membros tem uma teta pra chamar de sua.

Dei-me conta de que nós somos os estranhos no ninho. Somos nós a minoria. Nós, os que estamos no lado em que os votos nos colocaram: a oposição. 

Wilsinho, Da Paz, Patrícia, Euno, Cecílio, hei de reconhecer: vocês venceram!

10 comentários:

Anônimo disse...

Mais pode chover canivete, jamais mudarei pro lado de lá, pra junto de uma pessoa que dispresou o que há de mais importante numa pessoa: A FAMILIA.

Anônimo disse...

Tem uma coisa que também não entendo é como uma Vereadora que também atua como pedagoga, também como coordenadora de uma faculdade e outros benefícios que melhor não comentar, consegue fazer algo pela cidade. talvez trabalhe apenas finais de semana e madrugadas!?

Anônimo disse...

AÇÃO CONTRA O VOTO POLÍTICO NAS CÂMARAS

Considerado a “caixa preta” das câmaras municipais, o julgamento das contas dos prefeitos pelos vereadores, agora, será publicado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), no Portal do Cidadão. A decisão foi baseada em denúncias apuradas pelo órgão fiscalizador de que diversos legislativos municipais não colocavam em votação as contas dos gestores ou simplesmente, por acordos políticos, rejeitam o parecer prévio emitido pelo TCE, a fim de “livrar” o prefeito do rol dos fichas-sujas. Os presidentes de câmaras, segundo a resolução nº 8 de 2013, terão 15 dias para enviar ofício à presidência do órgão sobre a aprovação ou rejeição das contas.

Números do TCE revelam que, nos últimos seis anos, apenas 3% dos pareceres prévios do tribunal pedindo a aprovação de contas foram rejeitados pelas câmaras de vereadores no estado. Mas, quando os pareceres são pela rejeição de contas das prefeituras, o total dos não acatados pelas câmaras é de 51%.

Segundo o procurador do Ministério Público de Contas (MPCO), Cristiano Pimentel, a iniciativa do tribunal garante transparência em um julgamento capaz de viabilizar ou não a candidatura do gestor em eleições futuras. “Na prática, o TCE está quebrando a caixa preta do julgamento das contas pelos vereadores. A sociedade está pedindo mais transparência e o tribunal tomou para si esta tarefa que nenhuma câmara se dispõe a fazer”, afirmou Pimentel.

Outro problema identificado pelo TCE é a ausência de justificativa quando o presidente da Câmara discorda, por exemplo, do parecer pela rejeição das contas do gestor emitido pelo órgão fiscalizador. Nos casos em que eles existem, as explicações dadas pelos vereadores demonstram, muitas vezes, a relação pessoal que têm com os prefeitos. “Não temos como votar contra porque o prefeito é uma pessoa muito boa”, foi um dos textos enviados por uma Câmara que está sob análise. Há os casos, também, de manobras para adiar a apreciação do parecer e, com isso, permitir que gestores com contas questionadas se candidatem a cargos eletivos. ATENÇÃO SENHORES VEREADORES QUE VOTARAM CONTRA O PARECER DO TCE: Gilvandro Estrela, Claudemir Paulino, Jairzinho, Vando de Ginaldo, Tio do Pastel, Patrícia Maciel e Dapaz.

Anônimo disse...

Apenas informar que a veresdora Patricia esta correta pois ser vereador não é emprego, dessa forma porque Dr silvano não deixa a medicina, dr. giovandro a advocacia, tenete seu emprego na prefeitura, euno sua profissão,rafael sua faculdade, claudemir sua empresa de construção.

Anônimo disse...

Por isso que o DEM chegou a essa situação. Fazer o q se o "Lider" deixa por conta de uma equipe (Luciene Gomes, Josa Leite, Nazidi, Joedna e os demais) tão despreparada a condução do partido. A única coisa que sabem fazer é fofoca, e fazem como ninguém. Só não atentam que quem esta perdendo com isso é o Mendonça Filho.

Anônimo disse...

No caso de Euno, não deixar o trabalho é simples: Ele não trabalha! Pergunte a qualquer um de seus alunos como é a frequencia do nobre parlamentar em sala de aula. No caso da Sra. esposa do presidente da AEB, miraculosamente foi promovida a coordenadora de um curso após a nomeação do seu marido. Coincidência?!

Anônimo disse...

Josa Leite sobre Pedro Taboquinha

O comentário na cidade é que o vereador teria tirado a mascara, segundo mesmo fazia jogo duplo ouvia e repassava as informações e isso pesou contra o ex: vereador...
Como dizia o saudoso deputado Zé Mendonça o homem tem que ter lado e não fazer jogo duplo...
Mais o comentário aumenta e as perguntas começam a circular quanto Pedro recebeu para tirar a mascara do disfarce de Mendoncista para colocar a mascara de jatobá é a posta que se faz na cidade...

Porque depois daquela desastrosa votação das contas do prefeito João jatobá recomendada pelo tribunal de contas do estado recomendando rejeição total das contas referente ao ano de 2008 o ultimo de sua segunda administração, aconteceram fatos estranhos...

No outro dia a indicação da filha do casal Pedro taboquinha e a vereadora Da paz bezerra para coordenação do DETRAN, uma irmão manda e desmanda no hospital Julio Alves de lira, a filha é quem dar as cartas no belo jardim PREV e o outro filho é um dos diretores do hospital...
De uma hora para outra, Pedro pula do barco dos Mendonça originais e embarca na nau do jatobás, a pergunta é o que foi oferecido a Pedro, já que o mesmo é aposentado como professor da IFPE e tem tempo disponível para trabalhar na maquina municipal, ou será que irá ser remunerado sem prestar serviço?
São indagações que se faz em toda cidade, alguma coisa ele vai receber, ou recebeu por atuar como agente duplo, levando informações do grupo Mendonça para os jatobás, ninguém trabalha de graça mesmo sendo aposentado, graças ao deputado Mendonça filho e o seu pai de saudosa memória Zé Mendonça, que o seguraram pelo colarinho da camisa quando o mesmo estava com o pé fora da escola, por suposta irregularidades quando administrou aquela instituição...

Na republica dos taboquinhas por baixo em serviço publico municipal fica com a família mais de 40 mil reais mensais sem falar do acerto com Pedro o chefe do clã dos taboquinhas...
Porque tanto prestigio ao ponto de ser para uma mesma família todos estes cargos em detrimento dos demais, principalmente aqueles que se elegeram na base do prefeito como tio do pastel nem cabeludo Gilvandro estrela?...

Os demais como Euno Andrade Jairzinho e Claudemir não tem tido um tratamento tão especial com a republica dos taboquinhas, porque?...

Existe insatisfação por parte desses vereadores mais só falam nos bastidores na frente do chefe baixa a cabeça concordando com tudo...
Você deve está perguntado e patrícia vocês não falam? Pela hierarquia depois da vereadora da paz é ela e o marido são quem tem mais espaço no governo dos jatobás, ela vereadora com mandato e o marido administrando uma autarquia que tem uma receita talvez ou mais do que o município de Tacaimbó, vai chiar, sem contar que empregou toda republica dos mergulhão Maciel...
E esse pessoal aterrissou na republica dos jatobás de para queda por que na campanha passada estavam pelo menos teoricamente no palanque de Andréa, são políticos que só tem um objetivo se dar bem com o serviço publico municipal as custas do povo que acreditaram nestes oportunistas de plantão...
Com a provável queda do imperialismo jatobá em Belo Jardim quero ver como vai se comporta esse pessoal que não sabe viver sem a sombra do poder...

Aroldo Campos disse...

No dia que João deixar de ser prefeito, se é que isso um dia possa ocorrer, os vereadores oportunistas vão fazer a mesma coisa que fizeram dessa vez, pular pro outro lado, porque estes não são representantes do povo mais sim de seus interesses pessoais.

Anônimo disse...


Andamentos
COASES
25/10/2013 15:11
Recebido
CRIP
25/10/2013 15:07
Enviado para COASES. Para inclusão em pauta de julgamento
CRIP
25/10/2013 15:04
Certifico que os presentes autos foram devidamente revisados para inclusão em pauta de julgamento.
CRIP
25/10/2013 14:54
Recebido
GD/AH
25/10/2013 14:53
Enviado para CRIP. Para inclusão em pauta de julgamento
GD/AH
25/10/2013 14:53
Registrado Despacho de 25/10/2013. Determinando inclusão em pauta para julgamento
GD/AH
25/10/2013 14:52
Recebido
CRIP
25/10/2013 14:51
Enviado para GD/AH. Conclusão ao Desembargador Relator
CRIP
25/10/2013 14:49
Juntada do documento nº 82.995/2013 Parecer nº 17044/2013/GAB/PRE-PE, onde o Ministério Público Eleitoral retifica o parecer de fls. 1.164/1.169, passando a se manifestar pelo deferimento do RRC do João Mendonça Bezerra Jatobá.
CRIP
25/10/2013 14:34
Recebido
SEPROT/TRE
25/10/2013 14:24
Enviado para CRIP. Para providências cabíveis.
SEPROT/TRE
25/10/2013 14:23
Documento Retornado para providências.

Anônimo disse...

RECURSO ELEITORAL Nº 27-45.2012.6.17.0045
ORIGEM: BELO JARDIM
ASSUNTO: REGISTRO DE CANDIDATURA - RRC - CANDIDATO - IMPUGNAÇÃO AO REGISTRO DE CANDIDATURA - CARGO - PREFEITO - INELEGIBILIDADE - REJEIÇÃO DE CONTAS PÚBLICAS - IMPROCEDÊNCIA DAS IMPUGNAÇÕES - DEFERIMENTO DO REGISTRO
RELATOR: DESEMBARGADOR ELEITORAL ALFREDO HERMES BARBOSA DE AGUIAR NETO
RECORRENTE(S): MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL
RECORRENTE(S): COLIGAÇÃO FRENTE POR AMOR A BELO JARDIM (PMDB/PSL/PR/PPS/DEM)
ADVOGADO: Gilberto Santos Júnior
ADVOGADO: Marcelo de Oliveira Cumarú
ADVOGADO: Efigênia Tabosa Cordeiro
ADVOGADO: José Gonçalves Lins Júnior
ADVOGADO: Marcílio de Oliveira Cumaru
ADVOGADA: Bárbara Pinheiro Aragão
ADVOGADO: Bruno Amorim Batista
ASSISTENTE(S): COLIGAÇÃO FRENTE DA RENOVAÇÃO BELO JARDIM
ADVOGADO: Walber de Moura Agra (Ped. Expresso)
ADVOGADA: Carmina Alves Silva (Ped. Expresso)
ADVOGADO: Clênio Tadeu de Oliveira França (Ped. Expresso)
ADVOGADA: Letícia Bezerra Alves (Ped. Expresso)
ADVOGADO: Rodrigo da Silva Albuquerque
RECORRIDO(S): JOÃO MENDONÇA BEZERRA JATOBÁ, candidato ao cargo de Prefeito
ADVOGADO: Carlos da Costa Pinto Neves Filho
ADVOGADO: Carlos Eduardo Pugliesi
ADVOGADO: André Baptista Coutinho
ADVOGADA: Hérika Days Cordeiro de Souza
ADVOGADO: Leucio de Lemos Filho
ADVOGADA: Katarina Kirley de Brito Gouveia
ADVOGADO: Márcio José Alves de Souza (Ped. Expresso)
ADVOGADO: Carlos Henrique Vieira de Andrada
ADVOGADO: Dimitri de Lima Vasconcelos
ADVOGADO: Eduardo Diletiere Costa Campos Torres
ADVOGADO: Amaro Alves de Souza Netto (Ped. Expresso)
RECORRIDO(S): COLIGAÇÃO UM NOVO FUTURO, UMA NOVA BELO JARDIM (PP/PSC/PV/PSD)
ADVOGADO: Carlos da Costa Pinto Neves Filho
ADVOGADO: Carlos Eduardo Pugliesi
ADVOGADO: André Baptista Coutinho
ADVOGADA: Hérika Days Cordeiro de Souza
ADVOGADO: Leucio de Lemos Filho
ADVOGADA: Katarina Kirley de Brito Gouveia
ADVOGADO: Djalma Alexandre Galindo (Ped. Expresso)
ADVOGADO: Cláudio Moura Alves de Paula (Ped. Expresso) Ano 2013 , Número 210 Recife-PE, Página 9