Por que sou candidato.

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Amigos, eu sou um dos únicos que posso bater no peito e dizer que estou na campanha municipal apenas por GOSTAR DE POLÍTICA, DO DEM e DO GRUPO. APENAS POR QUERER AJUDAR AS PESSOAS.

Não tenho emprego na prefeitura nem para parentes meus. Não tenho carro agregado, nem cedência nem nada. E nem quero. A única coisa que quero é reconhecimento e ser ouvido. As vezes isso acontece; outras, não.

Seja qual for o resultado da eleição, na outra semana volto a Aracaju para dar aulas, que é o que sei fazer bem além de política.

E por ter essa independência, posso fazer o que quero, quando quero e se quero. O meu modo virulento, que uns acham arrogante; e outros, corajoso, é fruto da minha consciência. Escolhi isso e ponto. Quem se agradar, obrigado. Quem não se agradar, que enfie o dedo no contador!

Ontem, dia 3, recebi denúncia de que em determinado local, estariam doando cimento e tijolos em nome de uma campanha adversária de Andréa.

Avisei a 3 pessoas que, pensei, poderiam me dar a direção. Como não fui, a meu ver, ouvido, parti para agir sozinho, da forma como sempre ajo, intempestiva. Quis filmar e fotografar. E fui sozinho.

Chegando lá, fui ameaçado por um cidadão, portanto uma arma em sua cintura. Aí, minha gente, não tem valentia que se sustente. Limpei o beco na hora.

A tarde, triste com o ocorrido, soltei no Facebook uma nota que fez com que muitos pensassem que eu estava desistindo da candidatura a vereador e rompendo com Andréa, Wilsinho e o DEM.

Ledo engano. Isso é o que eles querem. Eles, meus adversários, que se sentem incomodados com o que eu falo. Eles, que não aguentam meia-hora de verdades jogadas em suas caras. Que mentem, desrespeitam, ameaçam e cometem qualquer barbaridade para ter o poder.

Claro que a situação que enfrentei me causou medo. E justamente por isso, revi alguns conceitos. Tenho uma mãe de mais de 80 anos, e não acho que ela mereça chorar sobre meu caixão. Muito menos devido a política, coisa da qual eu não vivo.

Mas nem por isso me acovardarei. Muitas vezes falei que, para me calar, uma surra, como certo vereador ameaçou fazer, não bastaria, pois coloco sal na ferida, um emplasto Sabiá por cima e volto a fazer o mesmo. Para me calar, seria preciso me matar.

Mantenho minha candidatura, sem padrinhos políticos ou financeiros, sem comprar votos, e, mais que isso, mantenho minha dedicação e confiança. Não apenas a Andréa e ao grupo Mendonça. E sim ao DEMOCRATAS e suas ideias.

Amigos, há certos momentos na vida em que, diante da tomada de uma decisão, a covardia pergunta; é seguro? E dizemos NÃO. Aí vem a conveniência e pergunta; é vantajoso? A resposta é, outra vez, NÃO; vem ainda a Vaidade e pergunta: é popular? Outra vez dizemos NÃO. Mas a consciência pergunta; é correto? E dizemos SIM.  E então, tomamos essa decisão, que nem é segura, nem vantajosa e nem popular, mas que sabemos que temos que tomar porque é o que a nossa consciência diz ser a correta.




POSTAGEM DIA 02/06




Amigos, desde os meus 9 anos de idade, quando Fernando Henrique venceu sua primeira eleição, acompanho os acontecimentos políticos da cidade, do estado, do país, e do mundo. O gosto pela política não me abandonou mais. De lá para cá, votei 3 vezes para prefeito (2 em João Mendonça, e 1 em Mendonça, no Recife) e 3 para presidente (Ciro e Serra em 2002, Alckmin em 2006 e Serra novamente em 2010) e governador (Jarbas 2 vezes e Mendonça 1 vez). Em 2006, participei ativamente das campanhas de Mendonça ao governo e coordenei a Juventude de Augusto Coutinho, em 2008  repeti atuação na campanha de Mendonça à prefeitura.

Sempre morei em Belo Jardim. Até que, terminado o segundo grau, no Colégio Diocesano de Belo Jardim, segui para a capital, Recife, onde estudei e formei-me em Letras na UFPE, tornando-me, desde 2008, professor de línguas portuguesa e espanhola. De volta a Belo Jardim, lecionei nos Colégios Águia e Êxito, aqui mesmo, além do Curso Encon, onde fui sócio de Eduardo Monteiro e Alex Capitulino. Passei no concurso para professor do IFPE campus Pesqueira, onde passei 2 anos, fiz muitos amigos e adquiri a certeza da profissão que queria seguir por toda a vida. Ao mesmo tempo, lecionei também na AEB, nos cursos de Administração, Matemática e Letras. No segundo semestre de 2011, fui morar em Aracaju, em função de aprovação no concurso público do IFS. Para isso, abdiquei de assumir vaga decorrente de aprovação na Prefeitura de Caruaru.

Ao longo dessa trajetória, bem provavelmente influenciado pelo posicionamento familiar e dos amigos mais próximos, sempre votei e apoiei os candidatos do então PFL, hoje DEM. O alinhamento com o partido deixou, com o passar do tempo, de ser em virtude das pessoas que o compõem para ser com o programa e ideário do mesmo.

No Democratas, defendemos o estado mínimo, que sufoque menos a nossa gente tão sofrida. Esperamos do estado apenas aquilo que lhe compete, sem intromissão em decisões de foro íntimo. Somos contra que chafurdem a legislação em busca de certos benefícios sociais. Somos, sobretudo, legalistas.

Para as eleições de 2012, morando em Aracaju, a tendência é que eu me mantivesse como espectador a distância. O desejo de disputar um cargo público parecia mais distante, uma vez que não conto com padrinhos políticos nem econômicos. Além disso, não admito a hipótese de ir em busca dos votos daqueles que os vendem em troca de um benefício instantâneo e fugaz, como dinheiro, comida, saco de cimento, etc. 

Pedi licença do trabalho e vim à labuta. Sou candidato, embora haja quem diga o inverso. Outros dizem que não terei 100 votos. Não importa o que dizem os puxa-sacos. 2 votos que eu venha a ter me honrarão profundamente, pois serão de quem resolveu votar sem pedir nada em troca.

De modo que minhas únicas armas nessa peleja são a voz, os dedos (para digitar) e os pés. Busco o voto daqueles que não precisam dever favor a um vereador, mas sem apenas esperam ter alguém que os verdadeiramente represente na Casa Custódio Ferreira Mergulhão. Quero ser aquele que deve favor a vocês, e não o inverso. Peço aos que me leem e não querem e precisam receber favor como permuta pelo voto que analisem com atenção essa nova hipótese e digam sim à essa ideia. Digam sim à renovação.

A quem já tem seu voto compromissado, mas acredita na minha proposta, peço que me ajudem pedindo a um conhecido que ainda não tem voto definido. Quem votar em Patrícia, Daniela Monte, Gabriel Cadete, Elias da Moura, Jairzinho, Da Paz, Edvaldo Soldado e tantos outros estará fazendo bem. Diferente de outros candidatos, não tenho a ousadia de pedir voto a quem já pensa em votar em um companheiro de chapa. Outra forma de me ajudar é pedindo aos que pensam em votar em certos vereadores, que não o faça.

Penso que é dever cívico de todos nós não votar em:

-Vereador que apresenta atestado médico falso.
-Vereador que recebe salário do Estado sem trabalhar.
-Vereador que ameaça fisicamente blogueiro.
-Vereador que permite que o filho, não-formado, atenda no Hospital Júlio Alves de Lyra.
-Vereador para quem João Mendonça era um CÂNCER, e hoje é seu fiel aliado.

Uma vez na Câmara, algumas ações irão pautar minha presença ali. Entre elas:

- Regulamentar o programa de coleta do lixo eletrônico produzido na cidade (sabem o que ocorre com um celular ou bateria "avoado no mato"?)

- Projeto de lei que cede espaços públicos pré-determinados pela Prefeitura, para grupos de arte urbana aplicarem suas técnicas de grafite e atividades culturais específicas do grupo;

- Apoiar projetos de curso de artesanato, pintura e grupos circenses para cidadãos de baixa renda nas principais praças públicas da Cidade;

- Apoiar a realização de festivais de música e teatro na Cidade

- Projeto de lei que permite dispensa por um dia no ano, para funcionárias a partir dos 20 anos, para realização de exame preventivo de câncer do colo uterino e acima de 40 anos, para realização dos exames de mamografia;

- Estabelece, em caráter complementar, a disciplina de iniciação ao empreendedorismo nas escolas da Rede Municipal de Ensino;

- Projeto para transformar em pensionistas os companheiros não oficiais (seja do mesmo sexo ou do oposto) dos servidores de Belo Jardim, após sua morte.

- Lutar contra aumento de impostos municipais.

10 comentários:

Anônimo disse...

Wagner acredito que vc tenha uns 14 votos acho que nem sua família voltara em vc.

Anônimo disse...

Muito interessante a postagem, o que mais me chama a atenção é no que se fala sobre candidatos a vereadores, esse também é meu pensamento, que as cadeiras da câmara de vereadores sejam ocupadas por pessoas compromissadas com nosso município e que nunca esqueçam que todo aquele que faz uso de um microfone, principalmente representantes escolhidos pelo povo são formadores de opinião e tem por obrigação de serem EDUCADOS...que façam uso de palavras com total respeito a quem escuta, mais isso ainda é pouco diante do que precisamos, só espero que neste pleito a câmara seja renovada com vereadores confiáveis, que tenham o conhecimento da total responsabilidade, que use o espaço da câmara para apresentar projetos interessantes para a população e NÃO PARA PERDA DE TEMPO FALANDO DE ADVERSIDADES POLITICAS, um fato que me deixa triste é ver candidatos que nem conhecem as leis municipais, nem sabem qual o papel de um vereador, pessoas essas que com total respeito não tem uma formação educacional, inventam de fazer uma ação aqui e ali para divulgar seu nome e em seguida já querem ser um vereador(a), essas pessoas podem até querer ser um bom representante mais sem formação não estarão a altura do cargo que almejam, se falando em nomes JAIRZINHO é um jovem preparadíssimo e competente, PATRÍCIA DE WILSINHO tbm está a altura, mais não posso deixar de falar de um cidadão que tem um maravilhoso serviço prestado a população que é DR. SILVANO, mesmo após sua derrota continuou com muita humildade atendendo a todos que a procurasse na casa de saúde, em todos seus dias de atendimento mesmo quem não conseguiu uma ficha para consulta médica, jamais sairia de lá sem ser atendido e bem atendido! Posso falar sem medo de errar D. SILVANO é um ser humano de muita humildade, e caso seja reconhecido e eleito a população vai ganhar muito com DR. SILVANO na câmara, se tem outros candidatos com as características que falo me desculpem!
ESTOU NA TORCIDA PELA RENOVAÇÃO INTELIGENTE NA CÂMARA, E ESSE RESULTADO ESTÁ EM NOSSAS MÃOS.

Anônimo disse...

VALDEMIR CINTRA É UMA DAS PIORES OPÇÕES, PARECE NÃO TER PERSONALIDADE PROXIMA, PASSA 8 ANOS DE SUA VIDA ACABANDO COM O NOME DE JOÃO MENDONÇA (APESAR QUE JOÃO É MERECEDOR DE TUDO O QUE VALDEMIR FALAVA DELE) E HOJE VIVE DEFENDENDO! QUE É ISSO VALDEMIR! AFINAL DE CONTAS QUEM É VC? COMO POSSO SAIR DE CASA VESTIR MINHA MELHOR ROUPA E ENFRENTAR UMA FILA PARA DE DAR UM VOTO DE CONFIANÇA? SE VC MESMO SE REVELA INCONFIAVEL...NA SITUAÇÃO QUE VC SE ENCONTRA SUA CANIDATURA É UM FRACASO, QUER SABER MELHOR! ESCUTE OS ELEITORES DE CINTRA! OS DE JOÃO NEM SE FALA, POIS NÃO CONFIAM EM VC.

Anônimo disse...

Wagner parabéns pela sua trajetória, suas propostas ainda que inicial tem conteúdo, tenho que concordar com você que a palavra de ordem é RENOVAÇÂO, seja para prefeito, seja para vereador, não podemos cometer o mesmo erro pela terceira vez. Pra prefeito temos três candidatos, dois novos e um já conhecido de bj, por ser conhecido é que não podemos cometer este erro novamente, temos que RENOVAR temos dois nomes para isto. Agora pra vereador vamos renovar geral, nada que tá ai se aproveita, esta foi a pior legislatura de todos os tempos, só para resumir eles deixaram cair o teto da câmara, deus quis que não fosse na cabeça deles, se não fiscalizaram nem o próprio teto imagine o resto. Temos obrigação de renovar geral.

Anônimo disse...

FOI UMA PENA DEYSE NAO SAIR MAIS CANDIDATA EU IA VOTAR NELA E ELA IA ARROMBAR AS URNAS.KKKKK KKKK

Anônimo disse...

MANECO DE TACAIMBO .ANDREA DO RECIFE E JOAO DE PESQUEIRA.E ISSO AI GENTE O IMPORTANTE E QUE TODOS SAO DE PERNAMBUCO E DO BRASIL.KAKARAKACA,NAO FAZ DIFERENÇA NAO LOTE DE BESTA.

Aroldo Campos disse...

Parabéns Wagner, acredito sim na mudança e temos que buscar pessoas novas e com visão para a grande honra de representar o povo de Belo Jardim, lembrando o povo que proposta e não musiquinha bonita.

Aroldo Campos disse...

Parabéns Wagner, o povo de Belo Jardim merece o melhor para nossa cidade e diretamente para nossas vidas, precisamos de renovação e respeito. Nós queremos propostas e não musiquinha bonita.

Anônimo disse...

Parabéns Wagner,você vai ter os votos de pessoas sábias como você,gostaria muito que fostes eleito,mesmo não sendo serás um vitorioso,pois tú és um verdadeiro democrata e corajoso,boa sorte e sucesso.

Anônimo disse...

É WAGNER QUEM TEM CÚ, TEM MEDO.