BLOG NÃO É IMPRENSA

domingo, 31 de julho de 2011

Amigos,

Ontem, no Mendonção, durante Calango e Timbaúba, houve um desentendimento entre blogueiros de nossa cidade e um dirigente do Calango, Sr. Jonas Torres. O teor da confusão foi postado por vários blogs, inclusive este. Sem entender que o texto não era meu (embora houvesse os créditos da postagem), um leitor mandou um texto pra lá de comprido com o qual eu concordo em muitas partes e o reproduzo na íntegra.

ATENÇÃO!

BLOG NÃO É IMPRENSA. Muito menos quando quem faz o blog não sabe lidar com o instrumento número 1 da imprensa: a sua língua vernacular (e não sabe nem o que significa vernacular). Blog é um meio de comunicação desprendido do rótulo IMPRENSA. Para ser da mídia, há de se ter diploma de jornalista, radialista ou ao menos o reconhecimento do órgão de classe, no caso, DRT.

EU NÃO SOU IMPRENSA
NÃO QUERO SER IMPRENSA
TENHO RAIVA DE QUEM QUER SER E NÃO SABE NEM USAR A VÍRGULA

Um dos blogueiros envolvidos na confusão no estádio Mendonção diz que foi chamado de Filho de rapariga. E que por isso vai processar o dirigente do Calango. Esquece o jovem que dia sim e dia não xinga alguém em seu blog (eu mesmo já fui chamado até de arroz doce por lá...). E o mais engraçado é que ainda no estádio, ferido por ter sido chamado de filho de rapariga, mandou que eu tomasse no... Oxi! Vai processar porque foi chamado de filho de rapariga e manda outro tomar no...? E vai dizer o que ao juiz? Vai chegar lá fazendo biquinho e chorando, é? Ah, não fode com minha paciência!

No entanto, nada disso justifica a atitude descabida do Sr. Jonas Torres. O BJ na NET repreende também essa iniciativa mal-educada e despropositada. Os Blogs da cidade, ainda que não sejam imprensa, têm o único interesse de mostrar a cidade para o mundo, com suas glórias e inglórias.

Leiam o texto recebido de um anônimo:

Anônimo disse...

Wagner, apesar do seu esforço na argumentação desta postagem, você fala com desconhecimento de causa. Engana-se você quando pensa que somente por possuir um blog na internet, alguém pode ser considerado ‘imprensa’. É algo como você dizer que um motorista, somente por dirigir um carro, pode ser considerado um piloto de automobilismo, ou, por possuir um kit de primeiros socorros em casa, o sujeito é um médico ou enfermeiro. Ao contrário, com a democratização da informação, somos todos sujeitos produtores e receptores de informação. Mas, daí a ser considerado imprensa é um longo caminho a ser percorrido... E nem estou falando de diploma, mas de saber tratar a informação, as fontes e os personagens. Coisa pouquíssimo feita nesta cidade. Obviamente, os blogs têm um papel importante para este município, principalmente como ferramenta política, ou melhor, quase que exclusivamente como ferramenta política. Uma pena. Não se trata de um serviço prestado à comunidade, mas a políticos. O que existe é uma venda escrupulosa de anúncios pedantes e um profundo desrespeito com os leitores, explicitamente identificados com o uso de palavrões, imagens surrupiadas sem citação de créditos e outras atitudes desprezíveis.

E essa ‘banalização’ não se limita aos blogs. Por mais absurdo que pareça, até as rádios deste município, são levadas por essa correnteza do despreparo. Como uma rádio comunitária se presta a colocar como locutor: um professor, despreparadíssimo para locução, com discurso enfadonho, que não sabe nem o que é uma pauta ou uma entrevista? E o pior: utiliza de uma rádio comunitária para fazer propaganda deslavada de políticos? Certamente, a rádio será fechada em breve, se não pela Anatel, mas por falta de audiência, pois ninguém aguenta escutar aquilo mais de 5 minutos.

A imprensa exerce o jornalismo e a comunicação informativa, como as rádios e TVs, ou ainda os jornais online e webjornais. Um blog é um espaço para artigos ou um diário pessoal. E quem estudou pelo menos um pouco sobre comunicação e veículos sabe distinguir muito bem a diferença entre artigo e uma matéria jornalista, entre uma postagem de um blog e uma informação com apuração. Portanto, sabe distinguir blogueiro de imprensa.
Uma pena, como muito coisa nesta cidade, seja feita de modo amador e com nenhuma preocupação com a ética. Aqui temos filho de advogado que atende em hospital como se fosse médico, temos motoristas que não respeitam contra-mão, temos professor pedófilo que responde a processo, mas mesmo assim continua ensinando em colégio... Enfim, temos coisas absurdas.

Os blogueiros que se acham imprensa deveriam tentar fazer a ‘cobertura’ (como eles juram que sabem fazer) de algum evento em cidades mais ‘civilizadas’ para ver se iriam ter acesso. Já pensou eles apresentando o portfólio deles? Vixe, iria ser a maior piada nas redações...
Se eles querem ter acesso a ‘cabines’ da imprensa nas transmissões de futebol ou acesso livre a outros lugares para produzir as supostas ‘matérias’ devem sim, respeitar as regras do local, que incluem no mínino: pedir autorização para fazer imagens ou até permanecer no local.

É assim que funciona. Assim, faz a Globo, SBT, JC, Folha de SP, Estadão ou qualquer representante da imprensa de verdade. Por que então, para os blogueiros tudo é liberado? Eles podem entrar e sair sem pedir licença? Já vi grandes jornalistas como Ricardo Kotsho (quem lê jornal sabe quem é...) esperar para ser atendido e pedir autorização para usar o espaço de uma redação. Isso é classe, isso é ética, isso é imprensa.

IMPRENSA UTILIZA A LIBERDADE, MAS NUNCA A LIBERTINAGEM. Já que muitos blogueiros violentam tanto o português, ridicularizam com as fontes, pelo menos que tenham educação. É o mínimo.

7 comentários:

Sula disse...

Esse anônimo so esqueceu de dizer que as rádios itacaite e a Bituri seguem a mesma trilha dos blogs e é disso que o povo gosta,então respeite a vontade do povo.Quando ele falou que a rádio logo iria fechar porque o povo não escutava pensei que ele tava falando da Biturikkkkkkk.

Anônimo disse...

Wagner, viu aí a defesa? Pois é. Imagine qualquer blogueiro querendo se passar por imprensa! Seria um desastre. O que diabos vai fazer um blogueiro como J...(O presidente...e outros!)em eventos como estes? Por exemplo: o presidente "assassina" o português( o idioma) a cada palavra dita; o apresentador ( professor, diga-se de passagem!!! uma coisa absurda que nem justifica o diploma que possui. Tá vendo? O anônimo ( crânio!) está coberto de razão.
Eu até tentei assistir os programas de Jadilson ( desculpe a regência), mas quando o homem diz: " olha a hora , Belo Jardim, não perca-se no tempo...aí doía muito. Eu soube que ele não diz mais. Eu agora observo apenas os "artigos" enfadonhos ( que ele diz que fala pouco...Rrrrssss). Uma coisa absurda. Erros crassos,que não deveriam ser escritos por um professor. Um professor! Olhe, não dá! Vejam o que ele escreve:
(É discursão; tercer comentários; conjectura política;se perguntarmos as nossas autoridades... sem arrodeios...; não trabalhou "por que " estava...) Bom, já basta. Ele é um professor,viu?
O programa do mesmo, mais parece um comício fora de época. É bom que alguém veja isso! O anônimo botou pra valer e com muita propriedade

jotacampos disse...

PELO QUE EU SEI OS BLOGUEIROS AINDA NÃO ESTÃO CREDENCIADOS COMO IMPRENSA. NOSSO AMIGO JONAS TORRES NÃO TEM CULPA DISSO. ACHO QUE OS BLOGUEIROS É QUE DEVERIAM SE REUNIR E LUTAR PARA SEREM INSERIDOS NO CONTEXTO COMO IMPRENSA E GARANTIR O SEU ESPAÇO EM UMA CABINE DO ESTÁDIO RESERVADA ESPECIALMENTE PARA ESTA NOVA CATEGORIA INFORMATIVA. FICA FEIO PESSOAS ADULTAS, PAIS DE FAMILIA, SE AGREDIR MUTUAMENTE Á TOA. A PESSOA QUE UM MINIMO DE CULTURA, DEVE TER TAMBÉM BOM SENSO, HUMILDADE, ELEGÂNCIA E EVITAR AGRESSÕES DE QUALQUER NATUREZA. SERIA ÓTIMO QUE AMBOS SE DESCULPASSEM E TUDO VOLTASSE AO NORMAL. NÃO VAMOS FAZER INIMIGOS EM HIPOTESE ALGUMA. NÃO ESTOU DEFENDENDO JONAS, MAS SEI QUE É UMA EXCELENTE PESSOA, E COMO QUALQUER OUTRO SER HUMANO MERECE O DEVIDO RESPEITO. A CULPA, REPITO, É DA FALTA DE UMA REGULAMENTAÇÃO QUE GARANTA ESPAÇO PARA OS BLOGUEIROS, QUE POR SEREM DIVULGADORES DO NOSSO COTIDIANO JORNALISTICO NA WEB TAMBÉM MERECEM O NOSSO RECONHECIMENTO.

Anônimo disse...

Concordo plenamente! Não são imprensa. Imagina se os blogueiros (todos) de Caruaru viessem e exigissem isso. Não caberia nem no estádio todo!

Anônimo disse...

Mas, como iria se diferenciar um blogueiro de outro? Então é só chegar e dizer que é blogueiro e pronto? Aí vai ter acesso ao espaço reservado para a imprensa? Menino! O que vai ter de gente querendo dizer que é blogueiro para entrar em eventos de graça, dizendo que vai fazer 'cobertura'. Nada disso, blogueiro nunca vai ser regulamentado. É um robby, uma atividade, mas não uma profissão. Principalmente, esses blogueiros que usam a internet para chantagear os outros. Isso não é profissão, é cara de pau e safadeza.

Anônimo disse...

SENDO ASSIM VAI VIRAR UMA ZONA DAQUELAS! BLOGUEIRO NÃO É IMPRENSA.

Anônimo disse...

A mãe dele, coitada, não merece isso porque estava em casa sem saber de nada. Mas ele, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, ele é pra levar xigamento todo dia. Eita cabrinha safado, burro e metido a besta. Você, Wagner, pode ser chamado de blogueiro. Mas ele é uma vaca malhada kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk