Análise minha do resultado

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Caros e parcos. 


O texto que começo promete ser longo. Ainda assim julgo primordial para os que acompanham o processo político na nossa cidade. 

São muitas coisas que devem ser observadas e comentadas. 

Começo por parabenizar o vitorioso João Mendonça. Não se podem negar seus méritos. Observem que João foi eleito pela primeira vez em 2000, com uma vantagem de 3408 votos para o segundo colocado, Dr. Silvano. Foi uma diferença incrível para o cenário político da nossa cidade. Foi reeleito, depois de uma gestão muito criticada em função, sobretudo, da DISPONIBILIDADE, com apenas 312 votos de vantagem sobre Cintra Galvão. João conseguiu ainda eleger seu sucessor, Marcos Coca-Cola, com uma frente de 1237 votos sobre o mesmo Cintra. 

A frente colocada agora sobre o Dr. Maneco (5.880 votos) é algo que, penso eu, surpreendeu os próprios eleitores de JM. Mais surpreendente ainda foi o fato de Andréa ter sido a terceira, e não a segunda colocada. A vantagem de João sobre Andréa foi de 8.346 votos; e a vantagem de Maneco sobre Andréa, de 2.466 votos. 

Passo a considerar sobre alguns pontos da campanha que julgo importantes. 

CANDIDATOS 

Andréa é uma pessoa muito boa de se conviver. Simples nas atitudes e nos gestos. Aberta ao diálogo. Disposta a aprender. Enfim... Mas a forma como se deu sua escolha como candidata já começou errada. Andréa não foi indicada por ter sido uma excelente secretária, nem por ser uma talentosa oradora. Foi escolhida por ser irmã do nosso líder maior. Isso não basta. Está provado. Não digo com isso que se o candidato fosse Coca-Cola, ou Wilsinho, ou Claudiane ou sei lá quem o resultado seria outro. 

Quanto a JM, é preciso reconhecer as qualidades do adversário. Esperto, sabido, cheio de artimanhas, bom orador, articulador... Muitas vezes o menosprezamos. Juntou-se ao governador mais bem avaliado do país, que sempre teve o desejo de derrotar Mendoncinha em Belo Jardim, além de já tê-lo feito em Recife. Juntou-se a Sergio Guerra, outro desafeto do primo, que deverá ser seu deputado federal. Poder de fogo não lhe faltava na campanha. 

No entanto, não consigo ainda a explicação para o candidato Maneco ter nos superado. Não tem dinheiro, não tem oratória boa, não tem serviços prestados, não tem fortes apoios...Ou seja, não tem nenhum dos itens que podem fazer alguém se eleger. A única explicação que me chega agora é o fato de Cintra ainda ser, e outra vez não sei como, um líder agregador. 12 mil votos não é nada mal, hein! 

INOVAÇÕES NA CAMPANHA 

João fez uma campanha grandiosa, ostensiva e moderna. Seus coordenadores de campanha, e se não me engano, os fiscais de seção também, utilizavam rádios (espécie de octoc) para comunicação. 

Já em seu primeiro comício, João usou um palco muito bonito, que deixou a todos vislumbrados. Telões de LED e tudo mais...Eu fui um dos que avisou da necessidade de Andréa ter um palco a altura, o que foi feito apenas no terceiro comício. Alguém pode pensar “palco não dá voto”. Verdade, mas enche os olhos de quem já sabe em quem votar e dos indecisos. Eleitor gosta de candidato com estrutura, que mostre que tem condições boas, e não de pé-rapado. 

FINANCEIRO 

Fizemos uma campanha com muito dinheiro, porém mal gasto (exemplo: um jingle que todos acharam horrível, por R$ 6.000 e uma equipe de advogados caríssima, que não mostrou bom serviço)

Enquanto o pessoal de João usava os octoc’s, os de Andréa utilizavam celulares sem crédito. Ligando a cobrar uns para os outros. Há muitos outros eventos em que evidenciamos a falta de recursos, mas que eu, por questão ética e lealdade, não relatarei. A pergunta: como diabos João Mendonça tinha uma situação financeira para a campanha mais confortável que Andréa Mendonça? A resposta está no começo do parágrafo. Dinheiro tinha, porém foi mal gasto. 

EQUIPE 

A campanha de JM dispôs de um coordenador, como se diz entre a galera jovem, ROCHEDO. O próprio JM. Ele sempre foi o coordenador geral de suas campanhas. E mostrou agora que mais acerta que erra em suas decisões. 

Nossa candidata, apesar de uma pessoa de ótimo caráter e disposta, não tem o traquejo político necessário, mal assessorada e arrodeada de pessoas que entendem pouco do que estavam fazendo. 

Minha independência permite que eu comente algumas pérolas da nossa equipe ao longo da campanha. 

- A pessoa que montou a militância Jovem, Galera 25, não foi a mesma que coordenou a equipe. Entendem? Uma pessoa convidou, montou o grupo de jovens e outra, nem tão jovem assim, coordenou. Os membros da galera, por vezes, não sabiam a quem se reportar. Chegavam ao comitê 2 horas antes de saírem para um evento, ficando inutilizados sem terem o que fazer e se sentindo subaproveitados. Esse sentimento, eu sei, é péssimo. 

- O Point 25, espaço para a juventude, praticamente não tinha coordenador. A pessoa que deveria ser responsável pelo espaço, quando o Point abria, ficava no Chop.com ou em casa. Houve dias que o Point abriu e o coordenador sequer soube que abriu. Na maioria das vezes, eu fui quem ficou lá até colocar o cadeado e fechar o local. 

- A assessoria de Andréa soube 5 horas antes do debate da AEB que seriam permitidas perguntas envolvendo temas LIVRES, e não apenas sobre a AEB. 

- A agenda da candidata tinha mais itens NÃO CUMPRIDOS que itens cumpridos. 

Somem a isso um candidato a prefeito criado no nosso grupo, cheio de artimanhas e safadezas conhecidas por todos nós (como por exemplo colocar um carro com um "fotógrafo" seguindo gente nossa até a cidade de Pesqueira). Somem a isso uma equipe com mais de 10 motos de JM que seguia os carros da nossa equipe que iam, por exemplo, buscar camisas da militância em uma casa. Ou que trancavam candidata a vereadora em uma rua e não permitiam que ela saísse, sendo necessário intervenção policial para levar 3 deles presos. 

JURÍDICO 

E o Jurídico, então... Comemos mosca durante toda a campanha. Claro que o fato de todos acharem que havia um favorecimento da juíza, por isso mesmo foi pedida a suspeição dela, à candidatura de JM atrapalhou, e muito, mas não foi preponderante. Um dos maiores gastos da campanha foi com uma equipe de advogados de Caruaru que nos deixava na mão por horas, as vezes por dias. Foi sem dúvidas um dos piores setores da campanha. Dinheiro jogado no lixo, quase literalmente. 

TRAIRAGEM 

Não bastando, muita gente dentro da campanha traindo nosso projeto. Candidatos, no plural, a vereador, pegando dinheiro do grupo e pedindo voto pra o adversário, secretários fazendo corpo mole e torcendo contra, militantes desmotivados, etc... Os nossos candidatos a vereadores tiveram mais de 16 MIL VOTOS. Nossa candidata a prefeita, menos de 11 MIL VOTOS. Preciso explicar? 

Eu mesmo, que entrei nessa apenas para ter o espaço da tribuna, ouvi muita gente declarando, sem que eu pedisse, que iria votar em mim. Gente com quem eu não havia trocado sequer um ‘oi’ dizer que havia se agradado do que falei e votaria em mim. Me dando inclusive o número da seção. Bando de mentirosos. Quero que saibam que vocês que me disseram, por livre vontade, que votariam em mim e não o fizeram, não me incomodam...Deveriam incomodar a si mesmo, pela falta de civilidade. Os fracos são vocês, e não eu, pois não lhes prometi nada. 

No entanto, temos de avaliar por outro prisma agora: por que TRAIRAGEM? Por que alguém de dentro da campanha, candidatos a vereadores, secretários, coordenadores de campanha, funcionários contratados torcerem contra? O grupo há de reconsiderar, no mínimo a forma como lidou com os contratados, a forma de abordar pedindo para que compareça a um evento...a gestão, em si. Não é normal você ser membro de um grupo, recebendo privilégios financeiros e votar contra esse grupo. A menos que você se sinta humilhado, desprezado, desmotivado e tenha um acordo com o adversário. 


GESTÃO MUNICIPAL E PAPEL DE MARCO COCA-COLA 

Ainda no meio da semana, quando comecei a antever o desastre, comentava com alguns chegados que são raras as cidades onde o gestor tem dificuldades de eleger o sucessor. Em Sanharó, Arcoverde, São Bento do Uma, Caruaru, Vitória, São Caitano, etc, etc, etc... Em todas elas o prefeito ou se reelegeu ou fez o sucessor. Aqui em Belo Jardim, nunca conseguimos ter tranquilidade nisso. João se reelegeu pelejando. João elegeu Marco conseguindo certa folga nos 2 últimos dias de campanha. E Marco pra tentar eleger sua sucessora foi esse cenário que vimos. Algo anda errado e deveria ser repensado pelo grupo. Deveria. Agora não adianta mais, pois Inês é morta. 

Tenho dificuldades em falar do prefeito Marco por ser amigo pessoal seu, de pessoas de sua família e tudo mais... Acontece que eu não posso ser uma voz contrária ao que se diz em toda cidade e em todos os grupos políticos. Marco Coca-Cola será, na verdade já está sendo, apontado como principal culpado pelo fracassado desempenho do DEM nessa eleição. Menos por ter dado um apoio tímido durante a campanha e mais por ter feito uma gestão extremamente desgastada durante 3 anos, melhorando seus índices na reta final. 

Prevejo uma satanização enorme de Coca-Cola. E o mais cruel: não apenas por parte dos seus adversários vitoriosos, mas também por parte de deus aliados derrotados. O que ele enfrentará nos próximos lances da política é algo que não desejo a nenhum ser humano. Cecílio foi alvo de criticas durante muito tempo? Verão o que acontecerá com Marcos. Cecílio ao menos foi defendido por alguns bocas-pretas. Marco nem pelos seus. 

As vezes me perguntam se ele não fez isso de propósito para mostrar ao DEM que ele era melhor candidato que ela. Sempre digo que não, pois não o vejo como homem para uma atitude pouco republicana como essa. 

PESQUISAS ELEITORAIS 

Ao princípio da campanha, todos nós sabíamos do cenário favorável a JM. Os números mostravam isso. E começaram a mostrar também que Andréa crescia. Houve um certo momento em que não tínhamos mais acesso às pesquisas. Ficamos sabendo sempre por alto. Nos últimos dias, nos fizeram crer que Andréa disputava palmo a palmo com João, e Maneco era carta fora do baralho. Em função disso, comenta-se que houve tentativa de acordo entre DEM 25 e PTB 14. Hoje podemos saber o motivo que fez com que Maneco não aceitasse abrir sua candidatura para apoiar Andréa. 

O que me falta saber, e procurarei, é se a cúpula da campanha sabia da situação real e nos enganava a todos ou se contratou um instituto de pesquisa safado, que mostrava Andréa em empate técnico com o primeiro colocado. Em ambos casos, é um erro crasso que deverá ser explicado por nosso líder Mendonça, caso tenha interesse em tentar manter o grupo vivo na cidade. 

CONCLUO 

Aos poucos comentamos mais detalhes da eleição. 

Agradeço imensamente aos, como sempre chamo no blog, CAROS E PARCOS, que significa POUCOS, crentes na minha idéia. Foram 21 VOTOS. Muito pouco quase nada. Não me incomodo. 

Não sei quais serão os próximos passos dos membros de nosso grupo, sei apenas que muito será repensado. Sei também que eu, onde estiver, serei uma voz crítica ao prefeito eleito, a quem desejo, sobretudo, DISCERNIMENTO. 

Espero que o prefeito eleito não coloque mais ninguém em DISPONIBILIDADE. Que não persiga as pessoas que trabalham prestando bons serviços à prefeitura. 

Fiz muitos amigos, os quais pretendo levar por toda vida, bem como ganhei desafetos, o que não me incomoda em nada. 

Em breve comentamos a eleição de vereadores.

17 comentários:

Aroldo Campos disse...

Wagner, infelizmente todos nós acreditávamos em um cenário diferente, mais respeito muito a democracia, desde inicio não acreditava numa vitoria de Andreia, e sabia sim que a mesma ficaria em terceiro lugar, não acredito e não apoio uma união do grupo Galvão com o grupo Mendonça, mais sei que temos que fazer o melhor por Belo Jardim e o melhor é continuar sempre lutando por aquilo que acreditamos ser o melhor para nossa cidade.
Sobre sua votação, acredito que não foi surpresa nenhuma para você, seu investimento de campanha foi praticamente zero, desse jeito não tem como conseguir atrair as pessoas. Mais parabéns e continue escrevendo, seu Blog é um dos melhores da cidade.

Anônimo disse...

Sem dúvida nenhuma o mandato de Coca Cola foi terrível, se mostrou implacável em acordos com funcionários efetivos, carrasco com contratados e mão de vaca com o dinheiro que é do POVO,além da esperteza de JM q além de ser do partido, conhecer todas as artimanhas de campanha do adversário, se aliou a um governo forte q tinha interesse em derrotar Mendoncinha, q nunca foi bem visto pela populaçao por dar prioridade sempre a Recife q o rejeita, JM sabe muito bem o q prometer aos seus e são se incomoda de perder alguns trocados p se manter no poder, resta a nós pobres belojardinenses esperar q ele faça pelo menos a metade do q prometeu e q não permita tantos vagabundos recebendo da prefeitura sem trabalhar e q seja prefeito da CIDADE e não de apenas uma minoria dela, se no nosso país pudéssemos acreditar na justiça, o prefeito seria Maneco, mas como no Brasil , a lei é pra quem paga mais, só nos resta esperar q esses 4 anos passes rápido.

Anônimo disse...

NÃO CONSIGO ENTENDER A GRANDE VOTAÇÃO
DE JM, COMO O POVO PODE TER ESQUECIDO AS BARBARIDADES Q ELE FEZ, E A FALSIDADE Q REINA EM NOSSA CIDADE, POIS NO MÍNIMO 70% DOS FUNCIONÁRIOS DA PREFEITURA VOTARAM NELE, É CLARO Q FOI POR TROCA DE FAVORES, MAIS É TRISTE SABER COMO O SER HUMANO SE DAR POUCO VALOR, COMO SE CONTENTA EM DEVER FAVORES, EM CONSEGUIR TUDO FÁCIL, PQ ELE NÃO PROMETEU CONCURSO, NOVAS EMPRESAS, ENTÃO PQ ?

Anônimo disse...

Isso foi a resposta da população a prepotência de Mendocinha, que achava que podia mandar e desmandar na cidade. Essa expressiva votação foi a revolta de muitos que foram humilhados a campanha inteira, sendo obrigados a comparecer a eventos e voce wagner nunca aceitou isso, vc sempre soube que o povo nao gostava de ser tratado como imbecil por um grupo de riquinhos que acham que podem tudo. Isso foi a resposta do POVO a uma campanha cheia de mentiras- atribuir a nao realização do Jardim cultural a JM e colocar isso num carro de som, pelo amor de Deus, foi demais. Por isso JM voltou, pq se era ruim com ele sem ele foi impossivel... Vamos esperar que ele seja um bom governante...

Betto disse...

Wagner, Concordo completamente com suas palavras, só queria fazer um simples comentário, o Prefeito Marco Coca Cola esta tímido na campanha não porque quis mais sim, porque foi pedido ao mesmo que se quer subisse em um palanque esta ai as respostas, que ele teria ajudado muito mais se estivesse presente do que ausente.

Anônimo disse...

O PRINCIPAL RSPONSAVEL DA DERROTA DE ANDREIA FOI O PREFEITO E SUA SEC DE AÇAO SOCIAL QUE NAO ARREDOU O PE PARA TRABALHAR .PARABENS A ANDREIA UMA BALUARTE LUTOU CONTRA TUDO PREFEITO MAL AVALIADO POUCO RECURSO FINANCEIRO ,TRAIÇAO E TUDO MAIS.JOÃO A SUA VITORIA AGRADEÇA A SEU GRANDE AMIGO MARCOS COCA COLA.

Anônimo disse...

Só culpo o Coca-Cola por ter ficado calado, marco Coca-Cola tu é um covarde, por medo da reação do ficha suja você se calou, ou você recebeu a prefeitura em ordem? Duvido, você ocultou todos os podres de João Mendonça, ate entendo que parte desta sujeira respigava no grupo Mendonça, mas que diferença faria se a derrota era certa mesmo, o verdadeiro culpado foi mendoncinha, foi ele que permiti-o o rompimento com o ficha suja, foi ele que empoes a candidatura de Andreia, foi ele que não permiti-o que o coca disputasse, se existe um culpado é MENDONCINHA.

Anônimo disse...

Fizeram com Valdemir Cintra o mesmo q ele disse q Mendoncinha fez com JM na eleição p deputado, pois com a votação q JM teve e ele só conseguiu 1.000 votos ? Ele q mais defendeu JM, q brigou com amigos antigos por ele ? Agora ter q se contentar com um cargo de favor. Dúvido q o orgulho dele permita isso, mais fica a dica, até os de JM consideraram ele traíra, será q valeu a pena, valeu passar por cima de seus valores por isso, valeu calar a VOZ DO POVO por 4 anos ?

Anônimo disse...

Com certeza Valdemir fará falta na câmara, eu gostaria muito de vê-lo na situação, o q faria qdo JM começar a meter os pés pelas mãos.

Welmer Bituraldo disse...

Wagner, gostaria de elogiar com siceridade suas palavras. Admiro a sua habilidade em expor suas ideias. Concordo com quase tudo que foi comentado.

No entanto, gostaria de responder a um questionamento feito em suas palavras com relação à candidatura de Dr. Maneco:

"No entanto, não consigo ainda a explicação para o candidato Maneco ter nos superado. Não tem dinheiro, não tem oratória boa, não tem serviços prestados, não tem fortes apoios...Ou seja, não tem nenhum dos itens que podem fazer alguém se eleger."

Wagner, em minha humilde opnião acho que o fato de Maneco ter tido uma votação acima do esperado não se explica apenas no poder de Cintra Galvão para transferir votos. Entendo que é de grande importância compreender quem foram os eleitores de Dr. Maneco nessa eleição dos quais eu fui um deles (votei em Marco na eleição passada).

Acredito que apenas 50% dos votos obtidos por Maneco podem ser atribuídos a fidelidade para com Cintra galvão. Os outros 50%, na minha opinião, representam um eleitorado independente que mesmo reconhecendo e admitindo todas as debilidades da candidatura de Maneco citadas por você acima conseguia enxergar nessa candidatura uma esperança de gestão mais justa e voltada para todo o povo.

Esse era um grupo que não via na candidatura de Andréa (nada pessoal) uma continuidade da forma forma como Belo Jardim vem sido conduzida. E ao mesmo tempo, um grupo que não se empolga apenas com uma bela e organizada campanha feita por JM. Esse grupo possui valores éticos que os impedem moralmente de dar um voto a JM mesmo admitindo suas extraordinárias qualidades.

Esses eleitores são estudantes que amam o conhecimento. Jovens entre 18 e 30 anos (acredito) que estão conseguindo realizar grandes sonhos na vida profissional e acadêmica. São estudantes universitários que já têm um bom emprego. Profissionais já formados e independentes financeiramente. Jovens aprovados em bons cargos de concursos públicos federais/estaduais que esperam de seu gestor apenas uma gestão inteligente, moderna, sem interesse em benefícios pessoais e acima de tudo com justiça (tão difícil de ser encontrada nos gestores atuais).

É claro que eleitores com esse perfil existem em todos os três grupos, mas acredito que tenha sido, nessa eleição, bem mais predominante na candidatura de Dr. Maneco.

Reconheço também que esse grupo ainda não é, infelizmente, maioria em Belo Jardim. Ainda somos uma cidade que vota por um emprego ou outros benefícios financeiros e perderemos muito enquanto permanecermos nessa situação. Porém creio que estamos evoluindo positivamente nesse sentido. Essa eleição já nos deu sinais disso e acredito que é uma tendência. Por isso, nossos gestores e candidatos devem atentar para essa nova realidade com muita atenção se quiserem continuar sendo relevantes para a política de nossa cidade.

Um abraço! E parabéns pela campanha limpa e de alto nível que você fez aqui no blog!

Welmer Bituraldo disse...

Wagner, gostaria de elogiar com siceridade suas palavras. Admiro a sua habilidade em expor suas ideias. Concordo com quase tudo que foi comentado.

No entanto, gostaria de responder a um questionamento feito em suas palavras com relação à candidatura de Dr. Maneco:

"No entanto, não consigo ainda a explicação para o candidato Maneco ter nos superado. Não tem dinheiro, não tem oratória boa, não tem serviços prestados, não tem fortes apoios...Ou seja, não tem nenhum dos itens que podem fazer alguém se eleger."

Wagner, em minha humilde opnião acho que o fato de Maneco ter tido uma votação acima do esperado não se explica apenas no poder de Cintra Galvão para transferir votos. Entendo que é de grande importância compreender quem foram os eleitores de Dr. Maneco nessa eleição dos quais eu fui um deles (votei em Marco na eleição passada).

Acredito que apenas 50% dos votos obtidos por Maneco podem ser atribuídos a fidelidade para com Cintra galvão. Os outros 50%, na minha opinião, representam um eleitorado independente que mesmo reconhecendo e admitindo todas as debilidades da candidatura de Maneco citadas por você acima conseguia enxergar nessa candidatura uma esperança de gestão mais justa e voltada para todo o povo.

Esse era um grupo que não via na candidatura de Andréa (nada pessoal) uma continuidade da forma forma como Belo Jardim vem sido conduzida. E ao mesmo tempo, um grupo que não se empolga apenas com uma bela e organizada campanha feita por JM. Esse grupo possui valores éticos que os impedem moralmente de dar um voto a JM mesmo admitindo suas extraordinárias qualidades.

Esses eleitores são estudantes que amam o conhecimento. Jovens entre 18 e 30 anos (acredito) que estão conseguindo realizar grandes sonhos na vida profissional e acadêmica. São estudantes universitários que já têm um bom emprego. Profissionais já formados e independentes financeiramente. Jovens aprovados em bons cargos de concursos públicos federais/estaduais que esperam de seu gestor apenas uma gestão inteligente, moderna, sem interesse em benefícios pessoais e acima de tudo com justiça (tão difícil de ser encontrada nos gestores atuais).

É claro que eleitores com esse perfil existem em todos os três grupos, mas acredito que tenha sido, nessa eleição, bem mais predominante na candidatura de Dr. Maneco.

Reconheço também que esse grupo ainda não é, infelizmente, maioria em Belo Jardim. Ainda somos uma cidade que vota por um emprego ou outros benefícios financeiros e perderemos muito enquanto permanecermos nessa situação. Porém creio que estamos evoluindo positivamente nesse sentido. Essa eleição já nos deu sinais disso e acredito que é uma tendência. Por isso, nossos gestores e candidatos devem atentar para essa nova realidade com muita atenção se quiserem continuar sendo relevantes para a política de nossa cidade.

Um abraço! E parabéns pela campanha limpa e de alto nível que você fez aqui no blog!

Welmer Bituraldo disse...

Wagner, gostaria de elogiar com siceridade suas palavras. Admiro a sua habilidade em expor suas ideias. Concordo com quase tudo que foi comentado.

No entanto, gostaria de responder a um questionamento feito em suas palavras com relação à candidatura de Dr. Maneco:

"No entanto, não consigo ainda a explicação para o candidato Maneco ter nos superado. Não tem dinheiro, não tem oratória boa, não tem serviços prestados, não tem fortes apoios...Ou seja, não tem nenhum dos itens que podem fazer alguém se eleger."

Wagner, em minha humilde opnião acho que o fato de Maneco ter tido uma votação acima do esperado não se explica apenas no poder de Cintra Galvão para transferir votos. Entendo que é de grande importância compreender quem foram os eleitores de Dr. Maneco nessa eleição dos quais eu fui um deles (votei em Marco na eleição passada).

Acredito que apenas 50% dos votos obtidos por Maneco podem ser atribuídos a fidelidade para com Cintra galvão. Os outros 50%, na minha opinião, representam um eleitorado independente que mesmo reconhecendo e admitindo todas as debilidades da candidatura de Maneco citadas por você acima conseguia enxergar nessa candidatura uma esperança de gestão mais justa e voltada para todo o povo.

Esse era um grupo que não via na candidatura de Andréa (nada pessoal) uma continuidade da forma forma como Belo Jardim vem sido conduzida. E ao mesmo tempo, um grupo que não se empolga apenas com uma bela e organizada campanha feita por JM. Esse grupo possui valores éticos que os impedem moralmente de dar um voto a JM mesmo admitindo suas extraordinárias qualidades.

Esses eleitores são estudantes que amam o conhecimento. Jovens entre 18 e 30 anos (acredito) que estão conseguindo realizar grandes sonhos na vida profissional e acadêmica. São estudantes universitários que já têm um bom emprego. Profissionais já formados e independentes financeiramente. Jovens aprovados em bons cargos de concursos públicos federais/estaduais que esperam de seu gestor apenas uma gestão inteligente, moderna, sem interesse em benefícios pessoais e acima de tudo com justiça (tão difícil de ser encontrada nos gestores atuais).

É claro que eleitores com esse perfil existem em todos os três grupos, mas acredito que tenha sido, nessa eleição, bem mais predominante na candidatura de Dr. Maneco.

Reconheço também que esse grupo ainda não é, infelizmente, maioria em Belo Jardim. Ainda somos uma cidade que vota por um emprego ou outros benefícios financeiros e perderemos muito enquanto permanecermos nessa situação. Porém creio que estamos evoluindo positivamente nesse sentido. Essa eleição já nos deu sinais disso e acredito que é uma tendência. Por isso, nossos gestores e candidatos devem atentar para essa nova realidade com muita atenção se quiserem continuar sendo relevantes para a política de nossa cidade.

Um abraço! E parabéns pela campanha limpa e de alto nível que você fez aqui no blog!

Anônimo disse...

A culpa não é de Coca ou de Mendoncinha, é do povo, foram eles q votaram no ficha suja, q venderam seus votos, q esqueceram as barbaridades q sofreram por 8 anos, q esqueceram os q passaram fome na disponibilidade, q disseram : Pode roubar, nós não ligamos, me dá um cala boca e pronto, culpados foram os fracos, sem opinião, sem visão de futuro, sem expectativa de crescimento, nossa esperança seria a lei FICHA LIMPA, prevalecer mais infelizmente, nesse Brasil quem manda é quem tem dinheiro.

Welmer Bituraldo disse...

Só corrigindo:

Esse era um grupo que via na candidatura de Andréa (nada pessoal) uma continuidade da forma forma como Belo Jardim vem sido conduzida. E ao mesmo tempo, um grupo que não se empolga apenas com uma bela e organizada campanha feita por JM. Esse grupo possui valores éticos que os impedem moralmente de dar um voto a JM mesmo admitindo suas extraordinárias qualidades.

Anônimo disse...

Conte-me mais sobre os 8% de dr. Maneco...

Anônimo disse...

Wagner, gostei dos seus comentários, apenas fico a me perguntar como o candidato João Mendonça conseguio vencer essa eleição, sem contar com o apoio dos padres, pastores, prefeitura, Mendoncinha e outras lideranças e ele sozinho derrotou a todos. Nesse caso, acredito que ele irá casar e batizar aqui na cidade, já que conta com os poderes judiciário e policial do município, que é uma vergonha.

Anônimo disse...

Sinceramente respondendo ao comentario idiota ai de cima...."fico a me perguntar como o candidato João Mendonça conseguio vencer essa eleição, sem contar com o apoio dos padres, pastores, prefeitura, Mendoncinha e outras lideranças e ele sozinho derrotou a todos." RESPOSTA: Meu amigo essa é a resposta mais fácil do mundo>>>DEUS ESTA SEMPRE NO COMANDO E É ELE, E NAO QUEM ESTA AQUI NA TERRA QUE DETERMINA O QUE DEVE ACONTECER...ERA A HORA DE JM E PRONTO...Ao inves de rezar o JM nao assuma, rezem pra que ele seja iluminado e faça um governo bom pra nossa cidade e nossa gente....