Cecílio, em comício regional, diz a 3mil pessoas que foi MAU PREFEITO por conta do pai

domingo, 29 de agosto de 2010

Comício regional com povo de Sanharó, Santa Cruz e sítios não leva nem 3 mil às ruas. E pra se animar com Cecílio? só 15 pessoas batendo palma.

O comício do Grupo Galvão em Belo Jardim aconteceu na noite deste sábado 28 de agosto. Mas não foi bem um comício. Nem foi muito de Belo Jardim.


Eu sei que muita gente vai acusar-me de partidarismo, babãozismo e etc. Nem ligo, viu.

A verdade é que foi um fracasso em termos de público. Ao menos pra quem, como eu, cresceu vendo Cintra mobilizar 10 ou 12 mil pessoas em um único evento.

Se levarmos em conta que, como o próprio grupo avisou, Sanharó estava em peso e muita gente veio em caravana desde Santa Cruz, dá pra afirmar que não havia mais que 2 mil pessoas de Belo Jardim.

Público presente. Se não fosse uns barezinhos improvisados com cadeiras e mesas na rua, o clarão vazio seria visível.

O fracasso não se restringe a números. A empolgação também em nada lembrava os comícios de Cintra do final da década passada, ou mesmo os desse década, quando ele só perdeu. Além da militância de Zé, 15 pessoas batiam palmas quando falavam o nome de Cecílio.

Público presente não aplaudia. Não pulava. Não dançava ao incentivo dos locutores


Os locutores são um show a parte. Não são locutores. São animadores de circo. Um circo de péssima qualidade. Ficam pulando, repetindo o número do candidato, dançando forró usando o microfone como parceira. Grotesco. Aliás, os 3 locutores são de Santa Cruz.

E os discursos? Juro a vocês que, se eu subisse no palanque e pedisse, teria direito à voz também.

Zé Augusto Maia, ladeado por sua esposa e Cecílio Galvão.

Como ninguém de importância política (à exceção de Cintra) o apóia, Cecílio teve de recorrer a uma extensa lista de santacruzenses para usarem da palavra. Vereador Nanau (que concedeu entrevista ao blog, e era ligado aos Mendonças até pouco tempo) foi o primeiro. Depois algum vereador com sobrenome Maia. O vice-prefeito de Santa Cruz não falou, mas fez charminho pra população. Se o G5 traz o prefeito de Tacaimbó, Cintra traz o de Sanharó. César falou e até pediu votos para Zé, sendo que não vota nele.

As lideranças políticas de BELO JARDIM que declararam apoio a Cecílio foram:

Pitomba da lotação, que nos chamou várias vezes de BELOJARDIM—ENSES

Jorge Coelho.

Tenente (que votou contra as contas de Cecílio, mas agora finge que não lembra mais disso)

Mauro Jorge (que entrará no Guinnes Book como o discurso mais rápido da história)

Fernando de Serra dos Ventos, se estava, era escondido de mim, porque não o vi hora alguma.

Pereira Bala e Coco estavam presentes, mas não falaram.

E os discursos dos principais artistas?

O artista maior balbucionou algumas palavras dentro de um confortável carro ao lado do palanque.

Zé Augusto gastou metade de seu tempo cantando uma canção de gosto duvidoso, convidando as pessoas para levantarem as mãos. A outra metade, ele gastou anunciando a chegada de Cintra, que discursou (murmurou, ma verdade, porque o som estava com defeito) dentro do carro mesmo.

Cecílio, que foi chamado de Cintra por um dos locutores, discursou por último, mas eu não pude ouvir, porque estava dedicando meu tempo a ouvir o vereador de Santa Cruz Nanau.

Ouvi apenas ele dizer que o G5 (ou G4, ou G3, vocês escolhem) anda plantando a mentira por BJ, dizendo que os candidatos deles são apoiados por Cintra. Mentira ou Verdade?

Ah. Ouvi, claro, a melhor parte. Cecílio disse com todas as letras que foi um MAU PREFEITO. Meus amigos, isso pode? O camarada pedir seu voto dizendo que foi MAU PREFEITO? E sabe por que ele foi MAU? Diz ele que seus antecessores deixaram várias dívidas. AH é? Valdecir Torres, que o apoia, deixou dívidas? Cintra Galvão, sue pai, deixou dívidas? Que mancada.

O vereador explicou porque saiu do grupo Mendonça de lá. Porque queria ter sido o candidato a prefeito no lugar do deputado Edson Vieira. Disse ainda que vota em Serra, já que ele preside o PSDB da cidade, mas seu governador e senadores são os do governo. E em 2012 apoiará a reeleição do prefeito Toim. Só pra lembrar bem a quem não sabe: em 2004, Zé Augusto foi eleito prefeito de Santa Cruz ganhando de Nanau, e agora Nanau pede votos pra Zé. Coisas da política.

Pra entender a entrevista, é preciso entender que em Santa Cruz, quem vota nos Mendonças é BOCA-PRETA, e quem vota em Zé Augusto é Taboquinha



Entrevista vereador de Santa Cruz Nanau

3 comentários:

Anônimo disse...

Wagner, tu é mesmo um cara pretencioso. Tu acha que Fernando ia se esconder logo de quem de tu??? Minino, me poupe! E quanto ao número de pessoas se for tua a conta já é motivo pra não acreditar. É o número que tu quiser!Tu estás ficando mesmo incoerente! Se tu tem teu partido, tá certo, agora tu mente demais, meu!! Nossa!!! Uau!!!! Publica, visse?!

Anônimo disse...

O VEREADOR NANAU FOI PARA O PALANQUE DE ZE AUGUSTO PORQUE A PREFEITURA ALUGOU UM ANTIGO E DEFASADO PREDIO ONDE FUNCIONAVA UM HOSPITAL PERTENCENTE A NANAU PELA BAGATELA DE R$30.000.00 MENSAIS. MEU NOME É JOSE FERREIRA SOU DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE,E CONTINUE NOS INFORMANDO. FALEI COM POPULARES DA MILITANCIA PAGA POR ZE AUGUSTO,E DISSERAM QUE VOLTARAM DECEPCIONADOS COM O PEQUENO NUMERO DE PESSOAS PRESENTES NO EVENTO.

Thalis Moraes disse...

Não se preocupem kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Sabado 05 de setembro Belo jardim vai tremer quando Zé augusto chegar.
Aqui em Santa Cruz Zé vai dar uma pisa em mendocinha que se eu fosse ele não pisava mais os pés em santa cruz...
Sim ia mim esquecendo NANAU veio para os taboquinhas porque ele no palanque dos mendonças ele era humilhado