Governo mantém a decisão de descontar dias de professores grevistas

sábado, 1 de agosto de 2009

Os sindicalistas (de professores eles têm muito pouco) se deram mal.

Acharam que o governador ia amolecer, apos a decisão pelo fim da greve da categoria.

Que nada.

Os dias parados serão sim descontados na folha de pagamento. Se bem que de forma parcelada. Vejam o que diz o JC online sobre o assunto.

Durante reunião realizada entre os representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Pernambuco (Sintepe) e o Governo do Estado nesta sexta-feira (31), o poder estadual decidiu manter o desconto dos dias não trabalhados durante o período de greve. Os descontos vão acontecer de forma escalonada nos meses de julho, agosto, setembro, outubro e novembro.

A decisão do governo contrariou as expectativas da categoria, que reivindicou, durante a reunião, o pagamento imediato dos grevistas que não receberam e a anulação das punições. "Nós discordamos dessa posição, somos contra e exigimos uma negociação antes da assembleia da próxima segunda-feira (3)", completa o presidente do Sintepe, Heleno Araújo.

0 comentários: